/lop/ - Política, Sociedade, Religião

Sem relação alguma com o /pol/.


Nova Resposta
Nome
X
Sage
Mensagem*
Ficheiros Máx 2 ficheiros100MB total
Palavra-passe
[Responder]


25Abril2016_trans.jpg
[Esconder] (508.8KB, 2016x1512) ImgOps
>Novas consultas transgénero no Hospital Santo António juntam 10 especialidades e são “luz ao fundo do túnel” para quem quer mudar de sexo

>A nova unidade de consultas transgénero passa a reunir dez especialidades – psicologia, psiquiatria, pedopsiquiatria, pediatria endócrina, cirurgia plástica, urologia, ginecologia, anestesiologia, endocrinologia e endocrinologia pediátrica – e permite que os utentes sejam seguidos no mesmo local e com o mesmo profissional de saúde.

>“O processo é bastante lento, mas quando nos metemos nisto temos de estar preparados para isso. Se é o que realmente queremos, temos de lutar e aguardar, a paciência é mesmo o segredo”, explica Miguel ao Observador, acrescentando que esta nova resposta hospitalar é  “uma luz ao fundo do túnel”, embora ainda não seja possível realizar a cirurgia final, a mais complexa, no Santo António — algo que “poderá acontecer ainda este ano”. Quem o diz é Isabel Palma, médica endocrinologista, que acompanha cerca de 30 casos como o de Miguel, em que a maioria são mulheres que pretendem adotar o sexo masculino.

>A Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade visitou esta quinta-feira as novas consultas transgénero no Santo António, que considera ser “um passo muito significativo”. “Esta nova resposta que congrega dez especialidades está enquadrada no âmbito da estratégia para a saúde das pessoas trans, que lançámos em 2009, e era muito necessária na região Norte.”

https://observador.pt/2021/05/27/novas-consultas-transgenero-no-hospital-santo-antonio-juntam-10-especialidades-e-sao-luz-ao-fundo-do-tunel-para-quem-quer-mudar-de-sexo/
Respostas: >>12 >>18
1621945742567.png
[Esconder] (679.5KB, 666x707) ImgOps
lulz, inacreditável o facto de vivermos numa era em que cortar a pila é considerado algo são e não doença mental
Respostas: >>13
1621346807413.jpg
[Esconder] (124.1KB, 368x366) ImgOps
>>10 (OP) 
>Quem o diz é Isabel Palma, médica endocrinologista, que acompanha cerca de 30 casos como o de Miguel, em que a maioria são mulheres que pretendem adotar o sexo masculino.
kekzão, só agora li isto
ir de modo fácil para extra difícil. Cum caralho. A lavagem cerebral que sofreram (muh patriarcado, etc.)... até dá pena.
Costumam ser tomboys, mas a sociedade diz-lhes que não são raparigas reais e que têm de tomar testosterona e obter salsicha falsa. Que tristeza de vida
My comedy show at its peak
Respostas: >>14
>>11
Eles podem cortar a pila se bem entenderem, não usem é dinheiros públicos para isso
Respostas: >>14 >>32
EdUtJsFX0AASND9.jpg
[Esconder] (81.8KB, 656x656) ImgOps
>>12
>Costumam ser tomboys, mas a sociedade diz-lhes que não são raparigas reais e que têm de tomar testosterona e obter salsicha falsa.
Literalmente quem diz isso? Grande parte da populaçao nem sabe o que ser trans é. Ao contrario do que acontece na tua cabeça esquizofrenica, nao vivemos num mundo onde os canais estao a hipnotizar as pessoas para serem trans e se sais a rua o satélite trans manda estrogenio ca pa baixo.
Tweets de raparigas de 20 anos não sao representativos da sociedade. Desliga o pc por umas horas.

>>13
Os dinheiros públicos tambem vao para a infraestrutura que te permite fazer figuras tristes online. Parte de viver numa sociedade que funciona é perceber que ninguem faz tudo sozinho é que os impostos asseguram o funcionamento de muita coisa que nós levamos como garantindo e isso as vezes implica que dinheiros publicos vao para coisas que nos pessoalmente nao utilizamos.
Respostas: >>15 >>16 >>17 >>69
>>14
>Tweets de raparigas de 20 anos não sao representativos da sociedade.
Quando a vida da juventude é baseada em redes sociais, sim.
Neste segmento da sociedade, as redes sociais são representativas da sociedade.
Que idade tens já agora? Chegaste a ir a alguma universidade nestes últimos anos? Tens alguma noção do ambiente que se vive nesses sítios hoje em dia?
Respostas: >>20 >>927
>>14
Já agora, aposto que és um troon (óbvio visto que és um jojopostador e estás a defender estas merdas)
Respostas: >>20
>>14
Nada do que disseste justifica o uso de dinheiros públicos para cortar pilas ou fazer dildos de carne.
Respostas: >>19 >>20
f52592bdd3a88a8468c399e6de36a4498f906c7b7960d594db0947bcd6d2be54.gif
[Esconder] (497.3KB, 455x341) ImgOps
>>10 (OP) 
>Chegaste a ir a alguma universidade nestes últimos anos? 
>Tens alguma noção do ambiente que se vive nesses sítios hoje em dia?
Não sou o gajo mas elucida-me lá sobre que ambiente se vive nesses sítios... :^)
Respostas: >>21
>>17
Nada justifica a existência de dinheiros públicos (e gasto deles) em primeiro lugar. O uso é literalmente irrelevante.
Respostas: >>22
2d1cda3c02a45e1092aed52a5379c48f.jpg
[Esconder] (118KB, 800x1258) ImgOps
>>15
Os jovens sao uma minoria comparado com as outras faixas etarias. Mesmo assumindo que todos os jovems sao pro trans, o que nao é o caso, continuariam a ser uma minoria.  Nao so isso como os jovems tambem sao uma minoria no que toca a eleiçoes. Os jovems nao votam e a grande maioria é politicamente inativo. Nao querem participar em politica.

Para alem disso, se a nossa sociedade esta a puxar com tanta força a agenda trans como escreveste no teu post, deve ser façil encontrar exemplos disso que nao sejam tweets com 5 likes. Ate te ajudo, acho que uma vez a Fatima teve um homem trans no programa. Fico a espera de exemplos.

>>16
Sou um homem nao trans.

>>17
>Nada do que disseste justifica o uso de dinheiros públicos
É um procedimento medico que ajuda a melhorar a qualidade de vida de pessoas da nossa sociedade. É a mesma coisa que os tratamentos para coisas como depressao, toxicodependencias, lavagens intestinais, fisioterapias etc etc
Respostas: >>23 >>34
>>18
Bem, diz-me tu.
Tenho a certeza que +90% dos universitários são contra LGBTQI+ etc. e não têm qualquer tipo de rede social. E nunca sinalizaram virtude.
Respostas: >>24
>>19
Nisso já posso concordar
>>20
>Os jovens sao uma minoria comparado com as outras faixas etarias.
Sim, e o futuro vai ser composto pelos jovens de hoje.
Os velhos da geração de abril estão a morrer que nem moscas. E não são os velhos que andam a cortar a pila.
O que importa numa sociedade é sempre a juventude, e a juventude indica o caminho.
Eleições são um meme. Votos são um meme. Essencialmente todos os jovens são pro-trans, pro-aborto, pro-feminismo, etc.

Tenho também de responder ao teu outro comentário (direcionado ao outro danone). Mas que porra? Cortar a pila não é solução para o que quer que seja. Isto é isca?
2e1b2ca7f720eae88279dfd7b6803aba5c5b2022ced7b8590c14520795eba8a1.gif
[Esconder] (1.9MB, 540x304) ImgOps
>>21
Deixa-me ver se entendi... 
Tu perguntas a um gajo se ele faz ideia do ambiente das universidades (porque de alguma forma isso ia provar o teu ponto meio tolo), eu fico curioso sobre qual achas que é o ambiente e pergunto-te e tu dizes-me que eu é que tenho de te dizer qual é o ambiente? 
Risos, mata-te.
Já sabia que ia ser ridículo porque obviamente nunca frequentaste uma universidade e essa conversa é só uma posta fria e em decomposição que viste algum americano baseado dizer.
Respostas: >>25 >>34
>>24
Para quê estabelecer o óbvio?
Numa sala com +20 alunos, eu era o único contra o aborto. Esta é a minha experiência.
Mas diz-me tu, fala-me da realidade alternativa onde +90% dos universitários são contra LGBTQI+ etc. e não têm qualquer tipo de rede social. E nunca sinalizaram virtude. Parece-me realista.
Respostas: >>27 >>28
Não tenho grande bife em relação a questão dos autobotes e decepticonas dado que continuo a achar que em condições reais é ainda um fenómeno muito inferior ao que os dois lados fazem querer e esse serviço (como 99% das consultas de especialidade públicas) vão ser lentas e ineficientes ao ponto de não se quer se saber que isso está lá. 

Mas realmente concordo com os Lopes de cima que falaram sobre a questão do uso de dinheiro e recursos públicos dado que parece me que a questão trans seja ainda um não-problema comparado com outras questões muito mais urgentes no SNS e na saúde pública em geral.
>m-mas muh whataboutismo!!!!!?
É um processo de triagem não muito diferente do que se passa em qualquer hospital do país/mundo e neste caso a questão transformer tem pulseira verde e há outras questões bem mais graves como a quase ausência de serviço público dermatológico enquanto os casos de melanomas sobem em flecha ou outras como urologia ou ginecologia onde é praticamente impossível ter uma consulta pública sem já estar com algum tipo de problema grave.
Respostas: >>71
>>25
>ser a favor do aborto = defender os direitos trans nas redes sociais
Bela esparrela, meu cérebroleto.
Não te preocupes mano, para o ano fazes o exame de matemática (de novo) e entras. Mesmo que a média do último colocado for alta sempre podes meter uns politécnicos nas opções.
E não, não é o óbvio. E o que parece realista nas fantasias da tua cabeça para justificar meia dúzia de tropeções é irrelevante.
Respostas: >>29
>>25
Depende da faculdade e do curso: é mais provável encontrar detractores do aborto em Sociologia na FCSH do que no curso de Serviço Social da Católica em Lisboa ou numa engenharia de um politécnico no interior de Trás-os-Montes.
>>27
É tudo ideologia pozzed, seu autêntico atrasado mental. Foda-se.
Mais uma vez, diz-me de forma completamente não-irónica que a maior parte dos jovens não suporta estas merdas. Só podes estar desconectado da realidade.
Respostas: >>30 >>31
mibuft5ali241_(1).jpg
[Esconder] (61.5KB, 800x555) ImgOps
>>29
Não ajudas ao caso ao repetir essas buzzepalavras que ouviste sabe se lá onde: pareces os bloquistas do reddit a identificar falácias de discurso sem saber formular um argumento próprio.

E continuo a dizer que encontras pessoal com essas crenças sobretudo em cursos de Hooomanidades/Artes que são já há décadas no mundo ocidental controladas pela esquerda política e intelectual e pior ainda em Porcogal onde nem existe uma visão contraditória muitas vezes.

Um dos maiores medos dos esquerdalhas é justamente terem começado a perder números e controlo nas Universidades e Escolas Secundárias para a apatia política ou os novos movimentos de Direita que têm surgido e já não cativam só agrobetos e cucotólicos.
Respostas: >>33 >>34
85fe272624a2aed47fac203e0a8eeb7f772fe92c3ebc365cd49e74d83f654ca9.png
[Esconder] (229.9KB, 558x491) ImgOps
>>29
Só na tua bolha é que quem compra uma coisa tem de comprar o pacote inteiro. Foste bem enganado.
Para não pareceres desajustado quando entrares (tu consegues!) eu dou-te esta de borla: a maioria está-se a cagar para a maior parte dessas coisas.
Respostas: >>33 >>34
>>13
ok, depois n me digas que n te avisei:

>espera até os teus filhos serem cérebro-lavados na escolaacharem que são do sexo diferente
>quererem mutilarem-se
>tu não os deixas
>perdes a guarda deles e eles cortam-se à mesma

isto nem está a acontecer noutras partes do mundo nem nada
>>30
Palavra americana para representar ideologia que se vem espalhando com força por via dos EUA
>>31
>Só na tua bolha é que quem compra uma coisa tem de comprar o pacote inteiro.
Se compras um meme para sinalizar virtude, compras o pacote inteiro.
>a maioria está-se a cagar para a maior parte dessas coisas.
Sim, a maior parte dos jovens não quer saber de direitos gay, aborto, feminismo, etc. e não usa redes sociais. Claramente.
download.gif
[Esconder] (169.6KB, 1200x1200) ImgOps
>>20
>>24
>>30
>>31

>a implicar que ainda existem instituições para além da religiosa que não aderem à ideologia de esquerda

kek, não sabia que teria de explicar isto, mas aqui vai (em portugal, não é nos EUA):
>(2001) Drogas leves descriminalizadas
>(2007) Aborto legalizado
(António Costa entra)
>(2015) Casamentos LGBT legais
>(2018) Consumo de marijuana medicinal
>(2018) +16 podem mudar de sexo
>(2019) Uni. de Coimbra elimina carne das cantinas
<estás aqui 
>(2021?) Ilegalização do Chega
>(2021?) Pronome errado é crime de ódio
>Memes ofensivos na internet são punidos por lei ((https://expresso.pt/politica/2021-01-11-Portugal-vai-estimular-passos-para-combater-discurso-de-odio-diz-MNE)

Das duas uma, ou és um bloquista, ou um retardado para não veres a evolução das coisas.

Esses "Direitos Civis" conquistados são agora até aceites pela direita (PSD), e nem a esquerda defendia metade deles pre-Obama ter legalizado.

Também és burro se não entendes que as modas americanas vêm sempre para aqui. Deves ter amnésia, não foi à muito tempo que morreu o George Floyd e tinhas retardados a deitar estátuas aqui e a mandar vir com a polícia portuguesa.

SIM, O DANONE TEM RAZÃO. Quando comparas as universidades tugas com as americanas, é uma comparação verdadeira com 2-5 anos de delay.
Respostas: >>35
>>34
tambem já tens cartazes políticos no campus e professor suspensos e/ou sob investigação por discurso de ódio
Respostas: >>36 >>39
>>35
nem mais
Respostas: >>37
>>36
diria que daqui a 3-4 anos tens pessoal a tomar hormonas e a querer cortar a pila
Respostas: >>38
>>37
Já há alguns...
Este antro já tem pelo menos 1 (lulu)
Respostas: >>40
>>35
>cartazes políticos no Campus
limão. sim isso é realmente inusitado. 
>professores suspensos
processos que nunca dão em nada porque as provas ou são circunstanciais ou mal recolhidas e a grande maioria já se contenta em enxovalhar publicamente e nem quer/tem €€€ para tribunal: e são muitas vezes queimados por outros professores da mesma faculdade/escola na luta pelos tachinhos académicos ou por ódios mesquinhos de egos feridos.

nos casos em que isso chega a algum lado como no do poltardo aveirense é só porque foram demasiado jorges e nunca ninguém na história conseguiu lutar ou mudar um paradigma sem sofrer as consequências que em tempos foram morte e tortura e hoje se limitam ao ostracismo social/profissional.
Respostas: >>40
>>38
Sim mas ainda não estão a ser produzidos em massa como nas amerdicas 
https://www.reddit.com/r/transtimelines/

>>39
Em Aveiro tens um enorme cartaz a dizer "Tolerância" com pessoas de diferentes etnias entre outras merdas por ai espalhadas. Há pouco tempo espetaram um pedaço do muro de Berlim e espalharam cartazes da JCP tudo no mesmo dia, a ironia.
Respostas: >>41
>>40
>tens um enorme cartaz a dizer Tolerância (...) espalharam cartazes da JCP tudo no mesmo dia
 basicamente a única merda que os gomunas fazem/sabem fazer para dar ideia que são muitos e têm muita força mas na verdade são sempre meia dúzia de gatos pingados de História que são vistos pelos verdadeiros jotinhas das AEs como tolinhos inofensivos fora um ou outra faculdade em Lisboa ou Coimbra onde é tudo de esquerda desde 1969.

nada disto é novo no entanto e já se passa há decadas.
7d17cea9b40f530acb9dba4c597e29226f87bfa829a617d12a87064a709b6b5b.jpg
[Esconder] (29.7KB, 460x579) ImgOps
Salutações.

Recordo todos os Lopes que as regras existem. Isto não é o /pol/ nem é o /i/ e eu não quero andar a moderar este sítio para sempre. O Lopes não é um MOUROPOSTADOR nem se comporta como um.

Continuações de bons cumpes, Lopes!
Respostas: >>44
>>43
Esclarecias as regras na primeira posta em vez de te armares em engracadinho e epique memer xD

Ainda não vi nada minimamente problemático.
Respostas: >>45 >>46
ba1fe04435c0c71f87a092b60311e1374d6170c95211ca0832b3b0ac0f0204a0.jpg
[Esconder] (212.5KB, 1440x1364) ImgOps
>>44
Lopes, rapagão, não seja chato e compreenda o que eu digo. Não são muitas as regras, são só p'raí umas quarenta, facilmente consultáveis aqui >>>1. Mas eu copio e colo para a conveniência do Sr. Lopes:
<I.    O Lopes respeitará o tópico de cada fio.
<II.   O Lopes não trará o Lopes por "tu".
<III.  O Lopes não praguejará.
<IV.   O Lopes não postará homemzinhos brancos do Rédite nem sapinhos verdes engraçados ou demais vestígios meméticos de fóruns inferiores.
<V.    Wolves shall not speak English unless directly quoting an existing or otherwise relevant article.
<VI.   O Lopes não publicará comentários com erros ortográficos grosseiros.
<VII.  O Lopes não será rude e repudiará rudes.
<VIII. O Lopes verdetextará apenas texto citado.
<IX.   O Lopes consultará o catágo antes de postar.
<X.    O Lopes não será Brasileiro.
A QUALIDADE DO FÓRUM REFLECTE A QUALIDADE DA PARTICIPAÇÃO.
>>44
Lopes, desculpe a minha falta de educação, mas esqueci-me de congratulá-lo pelos seus dígitos!

Continuações de uma boa noite, Lopes.
Eu vejo essas aberraoes todos os dias no porto. Baixam a cabeça quando eu passo porque se olhassem de lado calcavalhes a cabeça e deixavas as nuas no passeio. So queria que me dessem um motivo
Respostas: >>49
transferir_(1).jpeg
(5.7KB, 214x236) ImgOps
>>48
Já esgotou a cota de pesca. 
Tenta outra vez para a semana marujo.
Já consegui manipular um gajo a dizer que ele namoraria um traveco. E isto através da pressão dos pares.
É muito fácil fazer lavagens cerebrais em pessoas através da educação ou da pressão dos pares, especialmente em assuntos como travecos. Quase ninguém vai encontrar um traveco na sua vida, por isso, na mente das pessoas, só podes ser um "faxo" se não acreditas que "muh direitos trans são direitos humanos", pois elas efetivamente nunca conheceram alguém trans e não sabem os problemas que vêm associados.
Não sei como anda a funcionar a cidadania no ensino básico, mas da última vez que verifiquei, já andavam a falar de assuntos relacionados com a sexualidade (incluíndo homossexualidade). Provavelmente já estão a ensinar a doutrina trans aos putos, mas não tenho a certeza.
1622393356770.png
[Esconder] (109.4KB, 640x412) ImgOps
perturbador..
>>14
>nao vivemos num mundo onde os canais estao a hipnotizar as pessoas para serem trans 
Limão, é só esperar mais uns 10-15 anitos até teres as primeiras celebridades portuguesas tranadas e reforma na educação para incluir a "conversa" tranada aos putos.
trans_faks.mp4
[Esconder] (14MB, 1280x720, 00:58) ImgOps
>>26
Concordo em pleno com a posta e acrescento:
Além de serviços de saúde especializados serem escassos, sinto que existe um claro desinvestimento na saúde psicológica e isso reflete-se no consumo enorme que Portugal tem de ansiolíticos e antidepressivos. Essencialmente, a resposta que hoje em dia existe à doença mental é "Tome estes comprimidos e pare de chatear o SNS".
Mas obviamente que investimento verdadeiro nessa área teria custos maiores ao Estado do que arranjar uma Task Force: Edição Querido Mudei a Pila, que trás muito mais atenção mediática positiva a um custo muito inferior.
E essa é que é a realidade, esta "unidade de consultas transgénero" abrange uma percentagem da populaça minúscula  enquanto ao mesmo tempo acelera o processo de aceitação na opinião pública. Doentes mentais continuam a aumentar e com eles a vontade de "mudar" visto que se estão infelizes estão por alguma razão é e ZÁS baza cortar o Zé-tola/meter uma chouriça. 
É um ciclo vicioso e o jogo está viciado

Isto para nem sequer tocar na ferida (trocadilho implícito) de que são operações que estão ainda muito aquém de sequer alcançarem uma transição anatómica perfeita e todos estes coitados que se submetem a este processo estão apenas a servir de cobaias vivas para possivelmente no futuro se criar um processo de transição de género "perfeito"
>>15
claro que nao tem. E mesmo que tenha ido, tem ar de ser daqueles gajos que vê menos do topo de uma montanha que um sábio do fundo de um poço.
Respostas: >>933
>>927
Acordaste hoje e apeteceu-te bumpar todos os fios com mais de um mês?
Respostas: >>934
>>933
Para depois se poder dizer que tem bons fios e que é uma tábua com bastante movimento!
>rindo
Respostas: >>935
>>934
Os /pol/tardos já abandonaram quase todos o site, a verdade é que não há grande razão para termos tábua de política exceto em alturas de eleições.
Respostas: >>937
>>935
Sim tens razão, mas a paneleiragem continua por aqui e como querem que esta propaganda politica continue para dar relevância de que são uns coitadinhos em vez dos degenerados mentalmente destabilizados que são, devia era ser considerado uma doença do foro mental.
acps13164-fig-0001-m.jpg
[Esconder] (200.8KB, 2128x1364) ImgOps
https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/acps.13164

doença mental todos os pais e médicos e pais que deixam as crianças tomar blockers de testosterona deviam ser enforcados
alguém me sabe dizer se os travecas têm direito a testosterona de borla?

48 respostas | 16 ficheiros | 6 IDs
A conectar...
Ações

Ações:

Captcha:

Instruções
NotíciasRegrasFAQLegal/DMCADoar

Todas as marcas registadas, direitos de autor, comentários e ficheiros neste site são propriedade e responsabilidade dos seus respectivos autores e proprietários. Só um louco levaria o que aqui é escrito a sério.