[ * ] [ c / des / n / t / u ] [ int / luso ] [ b / con / pol / xxx ] [ meta ] [ doar / info / regras / notícias / https / git ]

/t/ - Tecnologia e Videojogos

Name
Email
Subject
Comment
File
Embed
Password(For file deletion.)

Allowed file types: jpg, jpeg, bmp, gif, png, webm
Max filesize: 10 MB.
Max dimensions: 10000 x 10000.


File: 1505427720300.jpg (1.96 MB, 4152x3184, 1505411521082.jpg) ImgOps Exif Google

f28e1 No.3058

Há pior género de jogos de vídeo que os JRPGs?

>Jogabilidade que pode ser resumido em carregar no botão para confirmar sem olhar para o ecrã.

>Combate atrás de combate no qual nunca estás em perigo. Nem é preciso curares-te.
>Podes salvar onde quiseres.
>Narrativas e diálogo que te trata como um puto de 10 com tanto diálogo de exposição.
>Personagens uni-dimensionais.
>A arte do jogo é demasiado colorido com influências estupidamente forte aos desenhos chineses.

70e0e No.3059

Antigamente os JRPGs eram bons investimentos. No tempo da PS1/PS2. Eram jogos de 40, 50€, mas que duravam meses a passar. Só para evoluir personagens era uma eternidade. Valia bem apena o investimento. Hoje em dia, com a moda de acabar o turn based, só fazem merda atrás de merda. O FF como saga morreu há muito, por exemplo. Cada jogo é pior que o anterior.

Os Breath Of Fire são excelentes. Joguei há meses o III e o IV. Fiquei parvo com a qualidade das animações do IV. Metem a um canto algumas dos FFs que são, de longe, sobrevalorizadas.

a90fd No.3083

>>3059
Persona 5 é um dos melhores jogos que saíram estes últimos anos, mas sim, FF morreu à colhões, só continua por causa dos weebs

5b1fb No.3089

A sério que estas a dizer que esses jogos na imagem são maus?
A sério?

Troll do caralho

Sage and Hide

90f32 No.3099

>>3058

>Há pior género de jogos de vídeo que os JRPGs?


>Chrono Trigger, Valkyrie Profile, Breath of Fire, , Ys, Persona


>Não inclui Shin Megami Tensei ou Final Fantasy Tactics


Explica-te danone.

e2f90 No.3140

>>3058
>Jogabilidade que pode ser resumido em carregar no botão para confirmar sem olhar para o ecrã.
simplificação parva, em muitos dos jogos turn based vais ter que combater centenas de vezes, a eficácia e rapidez dos ataques e menus é essencial

>Combate atrás de combate no qual nunca estás em perigo. Nem é preciso curares-te.

Dark Souls, tal e qual…
isso depende do jogo, existem variados níveis de dificuldade como em qualquer outro género

>Podes salvar onde quiseres.

isto é simplesmente mentira, os WRPGS usam muito mais esse método que os JRPGS
no dragon quest para gravares tens que falar com um padre, maioria dos Final fantasy usam save points, etc

>Narrativas e diálogo que te trata como um puto de 10 com tanto diálogo de exposição.

muitos destes jogos são direccionados para putos dessas idades, é preciso ter em consideração que cada jogo é o primeiro jogo do género para alguém
em relação aos diálogos de exposição, concordo mas isso é um problema japonês em geral, eles gostam mesmo da presença de certos clichés e de explicar tudo inúmeras vezes

>Personagens uni-dimensionais.

a maioria dos jogos tem personagens uni-dimensionais seja qual for o género, esperteza
a não ser que o jogo em questão seja basicamente um filme interactivo, vão estar mais preocupados com a fantasia, jogabilidade e estratégia do que com as complexidades do drama da condição humana

>A arte do jogo é demasiado colorido com influências estupidamente forte aos desenhos chineses.

ser colorido só é mau para edgelords de 15 anos que se vestem de preto e ouvem Linkin Park, estou a descrever-te OP?

70e0e No.3234

Tenho o primeiro Wild Arms parado há meses.



[Return][Go to top] [Catalog] [Post a Reply]
Delete Post [ ]
[ * ] [ c / des / n / t / u ] [ int / luso ] [ b / con / pol / xxx ] [ meta ] [ doar / info / regras / notícias / https / git ]