[ * ] [ c / des / n / t / u ] [ int / luso ] [ b / con / pol / xxx ] [ meta ] [ info / regras / notícias / https / git ]

/pol/ - Politicamente Incorrecto

Name
Email
Subject
Comment
File
Embed
Password(For file deletion.)

Allowed file types: jpg, jpeg, bmp, gif, png, webm
Max filesize: 10 MB.
Max dimensions: 10000 x 10000.


File: 1528558157503.jpg (154.71 KB, 600x409, oIo.jpg) ImgOps Exif Google

 No.4783

Como sabem vivemos sobre o jugo feminino entranhado até ao tutano. Já nem o macho-latinismo chega como reacção a esta exacerbada forma de controlo insidiosa feminina.
A questão é:
O que é que no nosso consciente colectivo nos traz a esta cultura de, muito há imagem dos pretos de África, que deixam as mulheres trabalhar por eles, nós deixamos as nossas mandar, quando elas claramente não são talhadas para tal.

 No.4784

File: 1528559794948.jpg (865.9 KB, 2592x1936, IMG_0087.jpg) ImgOps Exif Google

>postar este fio no /c/

 No.4785

O facto de 99% dos homens não terem dignidade e irem atrás delas e dar-lhes tudo só por ter cona, faz com que elas se achem a ultima bolacha do pacote. Era apertar os colhões aos chads e coristas para ensiná-las a porem-se no sitio

 No.4786

>>4785
Sim, mas isso é o sintoma.
Qual é a doença?

Por outras palavras; o que fez o tugo perder a tal dignidade de que falas?

 No.4787

>>4786
Não sei, a acumulação de testosterona? A enorme necessidade de por o sexo à frente nas suas prioridades? A falta de auto-controlo? Necessidade de encher o ego e de medir pilas com os outros dizendo o numero e as gajas que ja foderam? As leis do mundo moderno que cada vez mais fazem fugir ao compromisso e agarrar mais as fodas casuais?

 No.4788

>>4787
Extrapolando o que disseste sem descorar o imperativo biológico pela reprodução aka fama e fortuna.
Será então que temos um impeditivo que nos impede de maturar antes perseguir o tal objectivo, generalizando claro?
Talvez o facto de não ser esperado que tenhamos nada nosso, porque nada é nosso quando temos que dar uma parte a terceiros (estado).
Seremos nós obsoletos nesse ponto de vista, e como nesses anos formativos da juventude somos mais influenciáveis e por isso resvalamos irremediavelmente para a ignorância…

 No.4789

Movido de >>>/c/2794

 No.4791

>>4788
Nao acho que seja uma questão de maturidade. Por aí fora, vês que os pais de familia e os cinquentões continuam com aquela postura de querer papar as gajas, mas pronto têm familia.
A meu ver, parece-me mais algo relacionado com "aproveitar a juventude enquanto sou gato e elas estão boazonas" e a mentalidade "carpe diem". Isto tudo misturado com estar culturalmente intrinseco que o maior da aldeia é o gajo que papa fácil.

Se calhar até sou eu que sou demasiado racional, tenho pouca testosterona e uma mão de ouro e por isso consigo contentar-me com isso qb. Foder é bom, sim, mas nao me faz sentido que nao haja um esforço para selecioná-las e fazê-lo sem o minimo de sentimentos e significado

 No.4792

>>4791
Então vendemos-nos facilmente demasiado fácil?
Porque eu não vejo um problema com ser galifão ou pota.
Será que é mais facil sacar gajas com pinta e ginga, do que com achvments.
Porque game tens ou não, já fazer merdas de vaor dar trabalho tá quéto.

 No.4793

>>4792
Sao estilos de vida e significados que se dão diferentes. Se queres foder, fode. Eu cá tenho a minha opinião sobre o assunto, nao deixes que te pare.

>Porque eu não vejo um problema com ser galifão ou pota.

A meu ver, perde-se muita confiança numa pessoa com essa fama na altura de querer um compromisso

>Será que é mais facil sacar gajas com pinta e ginga, do que com achvments.

Depende das gajas. Potas e básicas sim, keepers não

 No.4794

>>4793
Mas no lato senso, se antes as aspirações femininas eram quase divinais, ex. nossa senhora Al-Fatima, era "fácil" escolher keeperz, mas em contrapartida tínhamos literalmente o mundo para lhes oferecer.
Hoje em dia com o ((((pós-modernismo)))) o patos delas é muito mais sinuoso. Por um lado têm o bait do tal carp diem, por outro o de carreirista que impossibilita cause a hipergamia e sobre carrega o sistema e dedica a fertilidade e afectos a terceiros

 No.4800

>>4786

As escolas, a a facilidade. É muito mais fácil e menos problemático um homem fazer a vontade da mulher do que tentar explicar-lhe porque é contra. Lembrem-se que as mulheres antigamente eram seres pouco cultos e irracionais, hoje em dia deram-lhe direitos e as burras não percebem que são acéfalas.

Em relação as escolas, já repararam que o ensino é quase todo na sua maioria dominado por mulheres ? Imagina se tivesses aulas de história dada por Nazis, irias aprender história, ou virar nazi ? Ainda por cima quando és crianças és altamente inocente e influenciável, e fica difícil depois tirar-te as raízes dessas doutrinas que te foram incutidas, muito provavelmente até sem os teus pais saberem. E muito provavelmente nem deste conta de que isso te afetou. Mas tenta fazer uns flashbacks, que vais ver que chegas lá.



[Return][Go to top] [Catalog] [Post a Reply]
Delete Post [ ]
[ * ] [ c / des / n / t / u ] [ int / luso ] [ b / con / pol / xxx ] [ meta ] [ info / regras / notícias / https / git ]