[ * ] [ c / des / n / t / u ] [ int / luso ] [ b / con / pol / xxx ] [ meta ] [ doar / info / regras / notícias / https / git ]

/pol/ - Politicamente Incorrecto

Name
Email
Subject
Comment
File
Embed
Password(For file deletion.)

Allowed file types: jpg, jpeg, bmp, gif, png, webm
Max filesize: 10 MB.
Max dimensions: 10000 x 10000.


File: 1517052438195.jpg (638.38 KB, 1341x1600, P 27 1 2018[1].JPG) ImgOps Exif Google

 No.3518

>O que os comunas pensam da justiça.

Não percebo como é que em Portugal se consideram estes tipos "democratas" e respeitadores da separação de poderes, estão a um nível ainda pior que os fascistas.
..e já agora porque é que têm destaques de pagina inteira nos jornais.

 No.3519

O bloco de esquerda, ao contrário do que eles dizem, é mesmo autoritário e perigoso.

 No.3520

>>3518
>>3519
Também não democrata.

 No.3522

File: 1517128268048.jpg (7.96 KB, 299x169, transferir.jpg) ImgOps Exif Google

>>3519

FACHO, FACHO, ÉS UM FACHO !

 No.3523

>>3519
PCP, MRPP, BE, PNR e possivelmente o Livre são de natureza ditatorial. Se um deles apanhasse dois terços da assembleia estávamos basicamente fodidos.

 No.3525

>>3523
alguem me explica como é que partidos como o livre ou partido democratico republicano, ambos criados em 2014 conseguiram mais votos que o pnr, como é que as pessoas tiveram conhecimento da existencia desses partidos

 No.3526

>>3525
São partidos baseados em figuras públicas com algum peso.

 No.3528

>>3526
ja deu para perceber, não fazia ideia de quem eram e duvido que a maioria acima dos 30 anos tambem saiba, é gente que no futuro vão ser insignificantes

 No.3529

>>3528
quer dizer abaixo dos 30 anos

 No.3531

>>3525
Porque não são partidos, são no caso do livre uma amalgama de figuras publicas/jet set mediático tipo o careca com cara de soja que anda sempre pelas TVs a comentar e a Joana nãp sei quantas que só aparecia nas TV e nas revistas por ser mais ou menos boa. No caso do PDR, era o partido unipessoal do Marinho, um dos maiores idiotas que já apareceram por ai.

São os media, ou melhor as escolhas editoriais das TVs e dos jornais quem fazem estas pessoas e por extensão os partidos. O PNR apesar de ser meio parolo nunca vai ter destaque nas TVs porque os editores nunca o vão permitir.

E é assim que funciona a "democracia".

 No.3532

File: 1517222494087.jpg (29.26 KB, 556x241, trollourealmenteestupido.jpg) ImgOps Exif Google

>>3518
O que o típico esquerdalho pensa disto.

>corrupção e triplexes, pffff vçs são muito mesquinhos.

 No.3544

>>3518
Mete a democracia liberal pelo cu acima palhaço de merda.

 No.3627

File: 1518535081658.jpg (66.78 KB, 1136x640, Dale_communists.jpg) ImgOps Exif Google

>>3544

>Trotskismo é que é camarada!

 No.3635

>>3627
>a unica alternativa à democracia é o comunismo

tresandas a novo-roto

 No.3637

File: 1518655733813.jpg (33.97 KB, 593x552, hitler_gas.jpg) ImgOps Exif Google

>>3635

>leva a mal o sarcasmo


Eu sei danone.

 No.3638

>>3635
>A extrema direita é melhor que a democracia

E para o caralho te fostes.

 No.3639

>>3638

>EXTREMA DIREITA MEU

>Porque tudo o que não é comunismo é EXTREMA DIREITA

 No.3640

>>3638

Ó pseudo intelectual, qual é a diferença entre a democracia e o comunismo ? Eu sei que não é a mesma coisa, mas estou curioso para saber se és o típico degenerado bloquista que não sabe sequer o que segue. Ah, vais ao google e nós gozamos contigo para sempre

 No.3641

>>3638
Amegos, definam-me extrema-direita sff.
esquerda = mais governo
direita = menos governo

portanto podemos concluir que:

Extrema Direita - Anarquismo
Extrema Esquerda - Autoritarismo

Ou seja, o que é que passa na cabeça dos media e políticos portugueses para proferirem tamanha merda? Não há "extremos", são tudo buzzwords pejorativas.
Realmente eu amo Portugal, mas foda-se que a maior parte deste país é burro como o caralho. Parece que não entendem, nem querem entender. Acho incrível ligar a ARTV e ver metade do parlamento a fazer críticas e sugestões ao governo, e a outra metade esquerdola LITERALMENTE EM TODAS AS INTERVENÇÕES diz "O anterior governo fez merda!!!" ou "o governo PSD-CDS tem toda a culpa", quando foi o Sócrates que fodeu esta merda toda (na verdade, isto está fodido desde 74 e o Portugal dos livros está morto).

É uma desresponsabilização digna de putos da primária. Não entendo, é assim tão difícil alguém fazer algo por este país genuinamente por amor a ele? É assim tão impossível? Foda-se que depressão caralho.

 No.3642

>>3641
Bem, eu vou ser um pouco controverso mas essa tua interpretação é um pouco tendenciosa. Há uma coisa chamada teoria da ferradura que essencialmente diz que os extremos políticos ultimamente encontram-se no que concerne ao atentado às liberdades pessoais.
>https://en.wikipedia.org/wiki/Horseshoe_theory
Eu desconsideraria esta teoria se não fosse pela mais ou menos recente popularização do termo online por líderes de opinião como o Sargão da Acádia, pelo que, na minha opinião, não é uma posição imediatamente descartável visto estar na mente de tantas pessoas. Percepção é também realidade.

Quanto à tua dicotomia de "extrema direita - anarquismo; extrema esquerda - autoritarismo", eu simpatizo muito com o sistema linear que propões. Mas propô-lo significa necessariamente engatilhar muita gente com conclusões lógicas como "nacional socialismo = (extrema) esquerda" e "anarquismo de esquerda" ser algo auto-contraditório, por isso muitos preferem sistemas biaxiais para definir vertentes políticas (tradicionalmente um x para a economia e um y para definir o autoritarismo do sistema político).

Políticos hão-de politicar. Não te deixes levar abaixo pelo que os palhaços da assembleia dizem ou deixam de dizer. Desenvolve actividade económica e enriquece as tua imediações, pão na barriga é o melhor remédio contra o político Português. Não desanimes e aponta para a excelência. Ânimo!

 No.3643

>>3641
>Ou seja, o que é que passa na cabeça dos media e políticos portugueses para proferirem tamanha merda? Não há "extremos", são tudo buzzwords pejorativas.
Quando a cena é reiterada, então podemos concluir que está a servir um propósito. Eu penso que seja a desinformação do público aquilo que motiva esses cães a propagar este cancro quer ideológico quer moral e msm factual (falsa dicotomia esquerda/direita).
Porque é daí que eles derivam o seu poder. Burros são mais facilmente manipulados…

 No.3644

>>3642
Eu entendo, conheço a horseshoe theory, e embora não concorde com ela (pois fascismo, socialismo nacional, não são o mesmo que comunismo, ainda que ataquem a "absoluta" liberdade de propriedade, cada um com os seus aspectos inerentes.
Nunca ouvi o Sargão nem pretendo ouvir, acho que ser-se liberalista é ser-se também angelista, ou seja, acreditas que toda a gente é boa dos cornos, o que claramente não é verdade. Sem governo voltaríamos ao tribalismo, com escaramuças e expansionismos não-regulados, onde populações podiam ser dizimadas por outras só porque lhes apetece e essas populações não teriam maneira de se defender. Logo, tem de haver governo, no sentido de dar um compasso moral, cultural e económico à população. Nem toda a gente é capaz de pensamento crítico.

Eu sei que esta simplicidade engatilharia muita gente, mas era o melhor. Não há nada como a verdade, e acho que o povo português merece-a, embora talvez depois não soubesse o que fazer com ela sem a liderança adequada, coisa que não temos no nosso país há quase 50 anos.

Eu tenho ânimo, nada me pára, eu vou criar um negócio que promove tradição e cultura e se fizer bastante dinheiro com isso usarei-o para promover o que acho de melhor para Portugal.

 No.3645

>>3644
Mano, não está correta a tua análise pelo simples facto de ser subjugado pela própria tribo (governo) não é um incremento em relação a ser dominado por uma tribo invasora.
E diria mais, ambas têm na sua raiz algo semelhante, que para mim é a covardia.
Senão nota, qualquer competição natural é voluntária, logo para tirar proveito de quem é mais forte que tu, terás de ser coercivo.

Imagina que queres fazer uma aposta a dinheiro com o cr7, mas ele só competir no futebol. A única forma que tu tens para ganhar é subverter as coisas de tal maneira que o obrigas a jogar á malha ou xadrez ou uma merda qql contra a vontade dele.

Qualquer forma de estadismo é uma aberração.
Ainda que umas consigam denegrir mais a humanidade que outra.

Para algum grupo te invadir tem que se organizar, aquela história que contam do gengis kahn a partir um fagote e a dizer "nós somos assim" e depois a pegar num molho deles, tentar parti-los não conseguir e dizer "mas devíamos ser assim".
Ou seja fascismo/democracia dá origem a violência e merdas, por isso não me venhas com teorias de que fascismo é bom assim mas mau assado, pq é td merda.

 No.3646

File: 1518719156255.jpg (171.47 KB, 763x763, extrema_direita.jpg) ImgOps Exif Google


 No.3647

>>3645
Obrigado desde já pela conversa.

Eu acho que é um bocado ingénuo descartares a violência como algo artificial e não essencial ao ser humano. Hás-de ter sempre guerra, conflito, problemas, a humanidade NUNCA alcançará um estado de "deus" em que vivemos todos em harmonia, pelo menos não neste ciclo civilizacional. Se não achas que realmente há qualquer coisa de espiritual entre o ser humano e o mundo e a natureza, entendo que este argumento te soe a merda, mas eu sei que temos uma camada de lixo enquanto civilização (muito disso por causa de subversão de massas com media, corrupção total de sistemas políticos, etc) que torna quase impossível a evolução sem a destruição completa da sociedade, e mesmo assim, se não houver uma liderança (ou algo que nos guie se não gostares de lideranças, mas só consigo pensar em sinais divinos, pois não há ideias naturais comuns a todos os seres humanos fora dos instintos naturais) volta tudo ao mesmo - Ascensão, Apogeu, Queda.

Isto tudo para te dizer que liderança é natural, é necessária, como esperas que um mundo tão imperfeito como o conhecemos, tão cheio de vícios e mentiras, habitado por uma massa crescente de pessoas que não têm capacidade de pensamento crítico chegue lá sozinho?

Vamos pôr assim as coisas, sobre a situação da subjugação, ora imagina:
Portugal é uma anarquia; tens duas aldeias no Alentejo, e têm as duas os mesmos recursos e a mesma população; Vivem as duas em paz e harmonia, até ao dia em que há uma seca. Uma das aldeias estará, por muito pouco que seja, privilegiada em relação à outra, seja porque está mais perto de um rio, ou outro aspecto geográfico qualquer.
Após algum tempo de sofrimento, as pessoas da aldeia onde a seca está a afectar mais irão passar-se dos cornos por não terem água e pelos vizinhos terem mais do que eles. Quem é que impede que esta aldeia se organize e "conquiste" a outra, sem ser a própria aldeia?

Tu tens pessoal hoje em dia, no norte de Portugal, que MATA pessoas por desviar ribeiros para as hortas.
Não adianta achar que "um dia vai estar tudo bem" e até lá vamos empurrando com a barriga.
É a diferença de precisarmos de um cataclisma para mudar isto tudo ou de alguém com cabeça que saiba mostrar ás pessoas como é que é o caminho.

E a atitude do "mano cada um sabe de si" ou o "não tens o direito de dizer aos outros o que pensar" é de uma cumplicidade com o sistema em vigor. Ninguém é perfeito, mas certamente já alguém imaginou e hoje em dia imagina sistemas melhores a aplicar no mundo e falhou porque os poderes em questão simplesmente não deixam.

Por exemplo, o Comunismo falhou, o Nacional-Socialismo não. (Atenção não estamos a falar de hurrrrr Hitler melhor que o Stalin durrr, é só de um ponto de vista puramente económico, seja lá como for ou os métodos usados.)
O Hitler conseguiu, num cenário da Grande Depressão, elevar o PIB da Alemanha a 3x o da Inglaterra e dos EUA. Estamos a falar de uma economia "off the grid" no coração da Europa que realmente consolidou muito o poderio económico da Alemanha, que no cenário de competição entre tantos modelos económicos recorrentes, ganhou a todos os outros, de tal maneira que esses mau perdedores se juntaram para banir o "batoteiro".E para mais, além da economia, era altamente enaltecida a identidade nacional, a família, a estabilidade social! Mas claro, nada é perfeito, no entanto consigo pensar em coisas bem melhores das que temos hoje e não sou nenhum génio intelectual.
As pessoas têm um vazio dentro delas, e preenchem-no seja com o que for, seja o Benfica, seja o Hitler, seja Anime, seja o Comunismo, seja o Feminismo; Dantes, esse vácuo era preenchido por amor à pátria e religião, hoje em dia é ódio ao homem branco, relativismos morais e culturais, narcisismo, instagram, facebook; uma curva de 180º que não irá acabar bem.

 No.3648

>>3647
Nas calmas, é para isso que aqui lurkamos.

Só para dizer que encontro muita validade nos argumentos metafísicos, mesmo que os encare como metáforas; mas são perfeitamente verdade na sua essência.
Concordo em pleno contigo no, a utopia é inalcançável.
Isto porque tende-mos a vêla como a tese (deus) e a despresar a antítese (diabo) esquecendo-nos que o importante é a síntese (nós).

E aceito o argumento da"liderança" mas se a liderança for coercitiva na sua génese ela deixa de ser viável para a espécie, e daí o tal ciclo que mencionas ser resultante disso.

A ilustração da aldeia.
Escuta, eu sou contra o estado também muito por causa disto.
Então veja-mos, tens as inevitáveis circunstâncias de qualquer processo natural, ou seja shiet hapens, então não será querer atenuar estes efeitos, algo insensato?
Eu não quero atrofiar o teu exemplo, só que vê bem, se nós institucionalizar-mos a resolução do problema, nesse caso uma melícia para lidar com os invasores, estaremos a alocar recursos que poderiam ser utilizados, possivelmente, para uma forma alternativa de lidar com toda a problemática. Por exemplo o trabalho para as armas ir para sistemas de rega que evitassem os efeitos da seca.

 No.3649

>>3647
Já agora para dar uma achega mais realista, de algo que me implica diretamente.

A famelga vivia em africa, angola para ser mais preciso.
Avós, tios-avós, bisavôs, e a prol, os meus cotas e tios.
Já estás a ver por onde isto vai né?
Onde é que ter forças armadas os ajudou? Ianques e sovietes cubanos com menos recursos que a tuga, apoiaram os insurgentes e foderam tudo….

Eu não sou contra a defesa organizada, mas misturar estadismo nisso dá merda.

Depois vem os dementes da sic falar em muh controlo de armas, depois falam da africa do sul, dizem Mandela, Mandela, masé o crl, não falam do empobrecimento nem dos assassinatos dos boars. Dia da corda quando?



[Return][Go to top] [Catalog] [Post a Reply]
Delete Post [ ]
[ * ] [ c / des / n / t / u ] [ int / luso ] [ b / con / pol / xxx ] [ meta ] [ doar / info / regras / notícias / https / git ]