[ * ] [ c / des / n / t / u ] [ int / luso ] [ b / con / pol / xxx ] [ meta ] [ doar / info / regras / notícias / https / git ]

/con/ - Consultório

e Conselhos
Name
Email
Subject
Comment
File
Embed
Password(For file deletion.)

Allowed file types: jpg, jpeg, bmp, gif, png, webm
Max filesize: 10 MB.
Max dimensions: 10000 x 10000.


File: 1512137234167.jpg (1.41 MB, 1200x1600, 1473242047764.jpg) ImgOps Exif Google

 No.1336

Já só penso em me matar. Que fazer?

 No.1337

>>1336
beber 2 bicas, calçar uns ténis e ir correr para o parque.

 No.1338

Arranja um emprego melhor, ganha uns trocos, veste-te melhor, engata umas porquitas e orgulha-te do que vês ao espelho.

 No.1339

>>1336

Já pensaste em mudares de rotina durante uns tempos? Afastavas-te para um sitio sossegado, talvez para o campo durante uns meses, comias, dormias, lias bons livros e vias bons filmes, e pensavas na tua vida. Talvez te fizesse bem.

>>1338
>engata umas porquitas
>orgulha-te do que vês ao espelho.

Mano…

 No.1340

>>1339
Isto.

Muda completamente a tua rotina,
para tal acontecer podes tentar mudar o teu estilo e a maneira como te apresentas perante os outros, tentar ouvir novos estilos musicais, aprender sobre algo que sempre tiveste curiosidade, fazer desporto 2 ou 3 vezes por semana, mudar o espaço onde vives (nem que seja a disposição dos moveis), ir a sítios novos, combinar qualquer coisa com pessoas que já não falas, passar menos tempo a fazer coisas que costumavas fazer durante muito tempo e dedicar mais tempo a coisas que nunca fazias, entre outros. Qualquer mudança é valida, seja muito "maluca" ou não.

No inicio vais sentir te entusiasmado por isso é mais fácil, o difícil é não voltar ao mesmo algum tempo depois. Para ultrapassar isto deves pensar (regularmente) nos ganhos desta nova rotina, tenta usar vários parâmetros para avaliares o que mudou para melhor.
Podes tentar parâmetros como: cresci enquanto pessoa, aprendi uma coisa nova, conheci algo novo e gostei, senti x que nunca tinha sentido antes, entre outros que sejam importantes para ti. Deves encarar as tuas respostas negativas como propostas para mudares ainda mais o que está mal, mas é óbvio que deves ser paciente antes de mudar pois nada surge em pouco tempo.

É possível mudares a tua pessoa por muito que ouças o contrário,eu era uma pessoa super frustrada e acho que melhorei bastante nesse aspecto após várias destas mudanças de rotina.

 No.1349

File: 1512279270208-0.gif (48.26 KB, 2034x1491, kill yourself 3.gif) ImgOps Google

fá-lo, cabrão

 No.1362

>>1340
Nada disso resulta. Tou farto de ler essas "dicas" de merda em todos os chans.
Engraçado em como ninguém perguntou ao OP porque é que ele anda a pensar em suissos.
Cambada de psicólogos de algibeira, fds. Sei que as intenções são boas, mas apenas parece que fizeram copy paste da mesma merda que já foi dita vezes infinitas.

OP filho da puta, enquanto pensas nisso, significa que tás vivo. Aproveita já que assim é e explica lá aqui aos daddies o que se passa ou passou.
É as miúdas?
Estás desempregado, com filhos e sem um paposseco para comer?
Tens uma doença sem cura? É cancro?
Sofres daquela solidão fodida? É que quando te matares, vais sozinho. E contigo morrem todas as chances de desbloqueares companhia para a vida.

anda lá, desembucha

 No.1363

>>1362
OP aqui. As regras proíbem desabafos e eu sei que os meus problemas não são maiores do que os de quem quer que seja. Apenas é como disse, já praticamente só penso em me matar e é um bloqueio mental fodido.

 No.1364

>>1363
>As regras proíbem desabafos

O OP é autista. Achas que vem aí o alumínio ou o moderadeiros banirem-te? Nem cá põe os pés e vão-se preocupar com o que dizes.


Se queres ajuda a deixares de pensar no suissinho, tens que começar com a base do problema. Se curas só sintomas, não estás a fazer nada porque vão voltar inevitavelmente.

 No.1365

>>1363
>As regras proíbem desabafos
Ninguém quer saber disso, caralho. Desde que não transformes esta merda no teu blog pessoal não há problema.

 No.1366

Perfeitamente normal. Como dizia o Churchill, se tás no Inferno e só consegues mesmo andar devagar, por favor não páres de andar.
Algo assim. Tou a transliterar.

 No.1378

>>1363
boas.
desabafos está entre aspas
proibir desabafos aqui é o mesmo que proibir de escrever com letras.
cumps

 No.1379

>>1366
isso é bonito, anão

 No.1380

Manos, não sou o OP, e não me penso em matar (ainda) mas estou deprimido que fode

Sinto que é tudo merda, que não há solução para gajos como eu. Estou a meio dos meus 20, nunca alcancei nada a nível escolar, nunca alcancei nada a nível amoroso, nunca alcancei nada a nível de amizades. O meu curso é merda, faço figuras de otário quando fico bêbado, sinto que os meus "amigos" nunca estão dispostos a fazer as merdas que eu quero. Pá eu sei lá manos, estou na merda, sem vontade de fazer nada, estou-me bem a cagar para a uni até final do semestre não volto a por lá os pés, provavelmente. Ah, essa é outra coisa, sinto que estou aqui na merda a gastar o dinheiro da minha família e ser resultados práticos. As notas não têm sido más mas que merda de curso nojento cheio de pessoas nojentas numa universidade nojenta.

Quem me dera não ser um beta paneleiro, que vive demasiado dentro da própria cabeça, para sair sozinho, ter a capacidade de foder umas porquinhas a ver se isto passa. Sinceramente sentir o contacto de alguém do sexo oposto já seria a puta de uma vitória enorme, ao menos não me ia sentir sozinho por uns momentos.

Não tenho motivação para nada mas ao mesmo tempo não quero ficar aqui deitado sem nada para fazer. Espetar um tiro nos cornos seria realmente a melhor solução, ao menos acabavam as desilusões, acabava o sofrimento, acabava tudo

 No.1381

>>1380
>curso nojento cheio de pessoas nojentas numa universidade nojenta.
>O meu curso é merda

tas num curso de letras?

 No.1382

>>1381
Como é óbvio

 No.1383

>>1382
se já vais no 2 ou 3º ano ao menos acaba, desistir a meio é que é gastar o dinheiro da familia, ao menos ficas com titulo de licenciado.
Isso de sair sozinho à noite não me parece boa ideia, se fores em grupo sentes-te mais seguro se correr mal, a impressão que passas é a de um desesperado a falar com tudo o que é mulher a ser rejeitado continuamente e a ir falar com outra, ate que o segurança aparece e diz para saíres porque tas a incomodar as pessoas

 No.1385

>>1380

Achas que a tua falta de motivação para tudo no geral e a tua depressao sao causadas totalmente, ou quase, pelo teu insucesso com raparigas?

A tua falta de autoestima vem do teu insucesso com as gajas ou é essa falta de autoestima que causa esse insucesso, ou ambos?

 No.1386

>>1385
Eu acho que são causadas por tudo. Neste momento sinto-me sozinho no Mundo, percebes? E não se trata de não ter ninguém com quem sair ou não ter amigos.

Por exemplo este fim-de-semana saí 2x e apanhei duas boas borracheiras. Num dos dias eram 20:30 e já estava todo queimado, fiz merdas que não devia, disse merdas que não queria, na altura era tudo divertido mas depois de pensar no que fiz odiei essa versão de mim mesmo.

Claro que as gajas são uma grande parte da nossa vida e, muitas vezes, uma medida de sucesso e validação. Se sacares muitas gajas, teoricamente, vais ser um dos tipos fixes e naturalmente que se tivesse namorada, ou qualquer tipo de contacto com elementos do sexo feminino, eu seria outra pessoa. Olha para começar se calhar nem bebia tanto porque no fundo eu, e muita gente, bebe para se sentir mais à vontade em situações sociais.

Quanto à falta de autoestima. Eu tenho noção das coisas, eu não sou lindo mas visto-me bem, não sou feio, e tenho capacidade de ver que há tipos mais bem ranhosos que eu com gaja por ai e além disso elas são umas putonas. O meu problema é que vivo demasiado dentro da minha cabeça, estou sempre a imaginar cenários, ou a ir buscar situações do passado, para me envergonhar
>Foda-se, anon, porque é que fizeste isso?
>Foda-se, anon, devias ter feito isto
>És mesmo burro
>E se x e y acontecer?
Etc etc

O curso é merda e as pessoas nele também. Eu não aprendi absolutamente nada até aqui, as aulas são uma seca enorme, a maioria vai para não ter falta mas eu já caguei nisso. É uma daquelas fases onde é tudo merda menos estar em casa, com a minha família, no quentinho, a ver um filme ou uma série. Preciso de organizar as minhas ideias, de mudar a minha forma de ser, tenho andado interessado em psicologia e filosofia, prefiro mil vezes estar no youtube a aprender sobre isso, ou a ler sobre isso, do que numa aula de Espanhol ou de Geografia (que puta de nojo, só de pensar)

A minha vida nas últimas semanas não tem tido sentido, não tem uma finalidade. Como saio quase sempre à noite, nem que seja para tomar café, suponho que poderias dizer que a finalidade tem sido conhecer gente nova, ou arranjar gaja, mas nem isso já que sou demasiado autista para falar com pessoas assim do nada, sem estar bêbado, e já que o gajo com quem saio é tão ou mais autista que eu (mas acha-se um garanhão do caralho, lel)

 No.1443

>>1386
VascO?



[Return][Go to top] [Catalog] [Post a Reply]
Delete Post [ ]
[ * ] [ c / des / n / t / u ] [ int / luso ] [ b / con / pol / xxx ] [ meta ] [ doar / info / regras / notícias / https / git ]